Como declarar o Imposto de Renda 2021

 A declaração do imposto de renda é uma obrigatoriedade importante. Em 2021, o envio das informações conta com algumas novidades, como novas funcionalidades e orientações que são importantes para enviar o documento de forma correta e evitar problemas com a Receita Federal.

Se você ainda não fez a sua, acompanhe os principais tópicos e como fazer. Já para quem fez a declaração, a leitura é válida para conferir se todos os requisitos foram cumpridos.

Anote aí!

O que mudou na declaração de IR 2021?

Conta de pagamento para o crédito da restituição

Além de “conta corrente” e “conta poupança”, este ano é possível cadastrar contas de pagamento para receber a restituição do IR. A novidade é uma resposta ao crescimento das fintechs e bancos digitais, como Nubank, Banco Inter, Neon, entre outros.

Tipos de criptoativos

Neste ano é possível declarar criptoativos conforme os diferentes tipos. A Receita Federal disponibilizou códigos específicos que categorizam os ativos digitais em 3 tipos:

  • Criptoativo Bitcoin
  • Outros criptoativos, como os altcoins;
  • Demais criptoativos, como security tokens.

Cópia da declaração online

Para as declarações de pessoa física, a Receita Federal passou a disponibilizar  o acesso à cópia da última Declaração para PF. Vale destacar que a novidade está disponível  no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). O principal objetivo é facilitar o preenchimento do documento que será enviado este ano. 

Extra: trabalhadores e o programa BEm

Diante dos programas de benefícios de 2020 proporcionados pelo Governo Federal, como o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) é importante destacar que os valores são considerados rendimentos tributáveis e devem ser declarados.

Quais os documentos necessários para declarar o IR?

  • Nome, CPF e data de nascimento;
  • Nome dos dependentes, CPF, grau de parentesco e datas de nascimento;
  • Endereço;
  • Comprovante da atividade profissional – para profissionais de classe, como médicos e dentistas, é importante informar o número do registro;
  • Cópia da última declaração de IR;
  • Conta bancária ou de pagamento;
  • Rendimentos de instituições financeiras;
  • Rendimentos de salários e pró-labore;
  • Rendimentos de distribuição de lucros, em casos de sócios ou acionistas;
  • Rendimentos de aposentadoria ou pensão;
  • Rendimentos de aluguéis;
  • Informe de pensão alimentícia;
  • Informe de heranças;
  • Informe de doações recebidas;
  • Resumo mensal do livro-caixa, para pessoa jurídica;
  • Informe de pagamentos efetivados pela pessoa jurídica;
  • Recibos de despesas médicas, odontológicas e relacionadas à saúde;
  • Recibos de despesas com educação;
  • Recibos de doações;
  • Recibos de serviços tomados;
  • Informe de empréstimos e demais dívidas;
  • Informações sobre os bens adquiridos, como imóveis e automóveis.

Quando fazer a declaração de IR simplificada ou completa?

Para saber qual o modelo de declaração de IR mais indicado, é importante ter em mente os valores das despesas que serão declaradas.

Declaração completa

O diferencial da declaração completa é a possibilidade de incluir todas as despesas dedutíveis sem limitações para abatimento sobre os rendimentos considerados tributáveis. Costuma ser indicada para quem tem custos com dependentes.

Declaração simplificada

Já na declaração simplificada, não há a necessidade de detalhar as despesas, pois é aplicado um desconto padrão de 20%. Este desconto tem como teto o valor de R$ 16.754,34 sobre a base de cálculo do imposto. 

Quem é obrigado a fazer a declaração de IR?

Há duas situações nas quais a declaração do IR é obrigatória em 2021:

  • Quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis durante 2020;
  • Quem recebeu acima de R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis e o auxílio emergencial cedido pelo Governo.

Atenção: deduções importantes para profissionais liberais e autônomos

Médicos, dentistas, advogados, e demais profissionais liberais ou autônomos podem deduzir despesas relacionadas com a execução do trabalho, como aluguel, contas de água, luz e serviços de limpeza e demais manutenções. 

Ainda, publicidade, contribuições obrigatórias relacionadas à profissão para entidades de classe, como conselhos e sindicatos, também podem ser deduzidos.

Qual o prazo para enviar a declaração de IR 2021?

A Câmara dos Deputados aprovou em 31 de março a prorrogação do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda de 2021. Desta forma, o Projeto de Lei (PL) 639/21 prevê que a entrega deva ocorrer até o dia 31 de julho. 

Vale destacar que o prazo atual, divulgado pela Receita Federal, vai até 31 de maio. Porém, a proposta segue agora para análise do Senado.

Quais são as datas de pagamentos das restituições de IR?

  • 1º lote – 30/05/2021
  • 2º lote – 30/06/2021
  • 3º lote – 30/07/2021
  • 4º lote – 30/08/2021
  • 5º lote – 30/09/2021

Dicas valiosas para declaração de imposto de renda

  1. Antes de começar a registrar suas informações, separe todos os documentos necessários. Se for preciso, solicite às instituições e empresas seus informes com antecedência.
  2. Em seguida, acesse o site da Receita Federal para fazer a declaração no seu computador. Você pode acessar neste link.
  3. Avalie qual o modelo de declaração é o ideal para você: completa ou a simplificada.
  4. Confira todas as informações antes de confirmar o envio.
  5. Você pode retificar a declaração se caso alguma informação não esteja correta. Fique atento(a).
  6. Quer evitar erros e fazer as melhores escolhas para declarar o IR 2021? Conte com a ajuda de profissionais especializados.

Não perca o prazo e confira se suas informações declaradas estão corretas. Entre em contato com a equipe da Inove para receber orientações inteligentes e garanta que a sua declaração de IR 2021 seja feita por quem entende do assunto.Quer experimentar nossos serviços? Mande uma mensagem que entramos em contato com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *